Dicas

  • Como mesclar móveis antigos com os modernos na decoração?

    Como mesclar móveis antigos com os modernos na decoração?

    O contraste de épocas pode oferecer resultados inesperados para seu ambiente. Um móvel antigo rodeado de móveis modernos é, no mínimo, curioso. Procure surpreender com isso. Observe bem que móvel seu vai dar este contraste, mas tome muito cuidado para que ele não fique sobrando no espaço.

    Novas utilidades para antigos móveis
    Use a imaginação! Sabe aquele guarda-roupa que não aguenta mais guardar suas roupas? Experimente tirar suas portas e transformá-lo em uma exclusiva estante de livros. Ou então um baú, que pode se transformar em uma belíssima adega. E aquelas cadeiras da cozinha da sua avó? Experimente usá-las na sua cozinha planejada.
    Você também pode aproveitar partes do móvel, um tampo de mesa antigo com pés modernos pode dar um charme na sua mesa. Ou mesmo, ao contrário, os pés antigos para um tampo novo.

    Novas cores e texturas
    Você também pode apostar na modificação desses móveis. Experimente pintá-los, acrescentar texturas e estampas. Uma boa dica é pintá-los com cores fortes, como amarelo, cyan, magenta ou a que você preferir. Isso vai dar um ar retrô ao móvel e ele se destacará muito mais no ambiente.


    Outra forma de pintá-lo é utilizar tons da mesma paleta de cores do resto do ambiente, dessa maneira o ambiente fica mais harmonioso. Um bom projeto pode lhe ajudar e muito!


    Quanto às texturas, você pode utilizar um revestimento de tecido, que pode transformar um móvel que não esteja em condições muito boas em novo, além de deixá-lo moderno. Isso também pode ser feito com sofás e almofadas antigas. A dica é procurar novas cores e texturas que combinem com seu novo espaço planejado, tire dúvidas com o responsável pelo projeto.

    Souvenirs também ajudam na composição
    Além dos móveis, você também pode usar pequenos objetos antigos e obras de artes mais rústicas, que vão ajudar também a dar um toque retrô no ambiente. Caso você não tenha, experimente garimpar em antiquários e em feiras de antiguidade, nesses locais existem verdadeiras relíquias a ótimos preços. Vale à pena conferir.

    Cuidados
    Quando for harmonizar seus móveis antigos com os modernos, tome muito cuidado para equilibrar as cores, pense muito bem antes de sair reformando seus móveis. Caso tenha alguma dúvida, aconselhamos consultar um decorador de interiores ou o responsável do seu novo projeto, que poderá te dar ótimas dicas do que fazer com os seus móveis.

    Certifique-se também de ter mais de um móvel antigo, caso contrário, pode parecer que ele estava sobrando e correrá o risco da decoração ficar desequilibrada.
    Viu só? Você não precisa mais se desfazer dos seus móveis antigos, com um pouco de imaginação e bom gosto, você consegue revitalizá-los e incrementar ainda mais a decoração dos seus novos ambientes planejados.

    Fonte: Loja Dec

     


  • Spray milagroso: A solução mais eficaz para perfumar a casa inteira

    Spray milagroso: A solução mais eficaz para perfumar a casa inteira

    Com apenas uma única mistura simples você perfuma literalmente tudo – e ainda limpa!

    Depois de um dia corrido, tudo o que mais queremos é chegar em casa e sermos invadidos pelo clima de aconchego. Mas às vezes os odores do ambiente não proporcionam essa sensação.

    Mas por essas andanças da vida, descobri uma solução rápida e eficiente para harmonizar os odores do lar: um spray milagroso à base de amaciante, álcool e água.

    Esse spray, além de ser cheiroso, é facinho de fazer.

    Você vai precisar de:

    • Um borrifador
    • Um funil
    • 1/2 xícara (de chá) de amaciante concentrado
    • 1/2 xícara (de chá) de álcool
    • 1 xícara (de chá) de água

    Como fazer:

    Adicione a água dentro do borrifador, depois o amaciantpor fim, o álcool.

    Dê uma sacudida de leve ou misture com a ajuda de um palito.

    Onde usar:

    Com ele você pode perfumar suas cortinas, tapetes e carpetes, borrifar diretamente no ar e aromatizar o ambiente, dar aquele cheirinho gostoso no seu carro, ou ainda, usá-lo para limpar sujeiras leves em superfícies lisas. Limpou, perfumou!

    Veja outros usos:

    1. Roupas no varal
    Para quando as roupas não secaram muito bem ou quando você esqueceu de colocar amaciante.

    2. Guarda-roupas
    Cheirinho de brechó ou de naftalina nunca mais! Não tenha medo de borrifar em roupas e tecidos, o álcool fará o líquido evaporar muito mais rápido!

    3. Cama e sofá
    Dormir entre lençóis, almofadas e travesseiros cheirosos dará muito mais conforto para o seu sono!

    4. Toalhas
    Borrife quando colocar a tolha para secar, pós banho. A impressão será de toalhas limpinhas e macias todos os dias.

    Fonte: SOS Solteiros


  • Dicas para manter a segurança de crianças em casa durante as férias

    Dicas para manter a segurança de crianças em casa durante as férias

    Crianças são curiosas e não têm noção de perigo. E durante as férias, com mais tempo em casa, o risco de acidentes domésticos fica ainda maior. Segundo a ONG Criança Segura Safe Kids Brasil, cerca de 90% dos acidentes ou lesões não intencionais com crianças de até 14 anos poderiam ser evitados com medidas de prevenção como modificações no meio ambiente. Isso significa que pais e responsáveis precisam fazer a sua parte, providenciando as adaptações necessárias na casa e na rotina da família.

    "Os cuidados fazem a diferença", afirma Alessandra Françoia, coordenadora Nacional da ONG. Uma sugestão geral é manter os telefones de emergência como SAMU (192) e Corpo de Bombeiros (193) sempre à mão. Veja quais os pontos de maior vulnerabilidade e soluções que ajudam a deixar a casa mais segura para seu filho.

    Banheiro

    Quando a criança é pequena, o peso da cabeça é proporcionalmente maior do que o corpo, o que pode influenciar no equilíbrio. O ideal é que elas não fiquem nunca sozinhas. "Deixar a criança na banheira para pegar uma toalha ou atender o telefone pode ser perigoso, assim como deixá-la se debruçar no vaso. Ela pode cair e não conseguir sair devido ao peso da cabeça. Cerca de 10 segundos são suficientes para que a criança fique submersa e em 2 minutos ela pode perder a consciência", alerta a profissional.
    Para evitar, ela recomenda: lacres de privada, que são fáceis de instalar e impedem que a criança tenha acesso ao vaso sanitário; e tapetes antiderrapantes no fundo da banheira, que ajudam a diminuir os riscos de queda.

    Cozinha

    A cozinha é um dos ambientes mais perigosos para crianças que já caminham. Se elas eventualmente tiverem acesso ao ambiente, certifique-se de que panelas e utensílios com ponta ou fio, como facas e tesouras, sejam mantidos fora do alcance. Os sacos plásticos também podem oferecer risco de morte por sufocação.
    As soluções indicadas são: utilizar as bocas de trás do fogão ao cozinhar e certificar-se de que os cabos das panelas estejam virados para dentro, para não serem alcançados; e usar puxa-sacos, para que os sacos plásticos de supermercado sejam mantidos fora do alcance das crianças.

    Salas e áreas comuns

    As toalhas compridas na mesa de jantar estão proibidas. Elas são mais um risco, principalmente, para crianças que ainda se apoiam em tudo para se equilibrar. "Ao puxar a toalha elas podem derrubar tudo o que houver em cima dela, como líquidos e alimentos quentes, copos de vidros, talheres e louças, que podem causar ferimentos graves", explica Françoia. Além disso, vãos em sacadas e escadas podem representar risco de vida e precisam ser isolados. Segundo os dados da ONG, cerca de 40 crianças morrem por queda de janela por ano no Brasil.
    Por isso, prefira toalhas curtas ou jogos americanos; coloque antiderrapante nos tapetes ou retire-os os temporariamente; use portões de segurança no topo e na base das escadas e, caso a escada seja aberta, instale redes ao longo dela; instale também grades ou redes de proteção em janelas, sacadas e mezaninos; substitua fios elétricos desencapados e proteja tomadas com tampas apropriadas ou, simplesmente, esconda-as, posicionando móveis de forma que a criança não tenha acesso; prefira cortinas ou persianas com panos grossos e pesados, que são mais difíceis para a criança manusear, e sem cordas, que causam risco de estrangulamento; e evite posicionar camas e qualquer outro móvel perto da janela, pois eles podem ser usados para escalar.

    Lavanderia ou área de serviço

    Esse espaço da casa está entre os que exigem maior atenção. Para crianças pequenas, até mesmo baldes com apenas 2,5 cm de água podem trazer riscos de afogamento. Produtos de limpeza, por serem coloridos, na maioria das vezes são confundidos com brinquedos ou produtos para consumo, como suco ou refrigerante, e os pequenos tendem a não resistir à tentação de experimentá-los.
    A dica é manter os baldes sempre vazios e guardá-los virados para baixo e longe do alcance das crianças; ter um armário fechado onde os produtos de limpeza devem ser guardados em lugares altos ou trancados, além de mantê-los em seus recipientes originais para não confundir as crianças.