Dicas

  • As maiores tendências de decoração para 2019

    As maiores tendências de decoração para 2019

    Com a chegada de um novo ano, as tendências de decoração também são colocadas em pauta. Afinal, qual é a cor destaque da vez? Com ou sem estampas? Estilo retrô ou romântico?

    Especialistas baseiam-se nas atitudes comportamentais da sociedade como um todo, bem como nos reflexos de diversos âmbitos para chegar a um padrão de quais serão os pontos de aposta para o ano posterior.

    E você com certeza já está pensando no que vem por aí em 2019, não é mesmo?! Algumas das principais tendências de decoração deste novo ano para você ficar por dentro e repaginar sua casa. Confira!

    Os principais estilos de decoração para apostar em 2019

    foto02

    Quando falamos em estilos de decoração, devemos mesclar dois pontos muito importantes:

    O que combina com a nossa personalidade;

    O que é tendência de decoração;

    O equilíbrio entre esses dois fatores nos permite encontrar uma decoração atual e que, ao mesmo tempo, represente nossa individualidade. Afinal, não adianta escolher algo que é tendência quando, no fim, não nos sentimos confortáveis no ambiente.

    E a palavra do estilo de decoração para 2019 é esta: conforto. O ano aborda uma busca pela sensação de aconchego e familiaridade, tornando os lares ainda mais agradáveis.

    Os estilos que trazem esse aspecto mais acolhedor e que serão tendência para 2019 são: minimalismo, retrô e rústico. Priorize móveis de madeira e peças (como tampos de mesas e pias) de granilite.

    A ideia de tijolinhos aparentes na decoração também imprimem uma sensação mais aconchegante, podendo ser uma parede toda ou característico de um balcão, por exemplo.

    Uma pegada mais sustentável

    A sustentabilidade vem sendo colocada em pauta há muito tempo. Para 2019, esse tema tão importante não poderia ficar de fora das principais tendências.

    Voltando ao estilo mais rústico, o verde das plantas chega com mais força ainda. A decoração que envolve o tom natural da madeira abraça as plantas como ponto destaque para o próximo ano.

    As tendências de cores para 2019

    foto03

    A Pantone Color Institute é a marca responsável por eleger a cor destaque do ano posterior ao que estamos, bem como as que estarão entre as principais a serem utilizadas também.

    Na vertente que transmite a sensação de conforto e aconchego para o lar, a Coral foi definida como a cor de 2019. Como segunda aposta, as cores terrosas serão “auxiliares” nesse sentimento rústico — nuances de vermelho e cores amadeiradas serão bastante comuns em ambientes internos.

    Basicamente foram eleitas duas paletas de cores:

    Paleta Cravings: são cores mais vivas e que irão aguçar os sentidos referentes às comidas picantes. Essa paleta foi inspirada diretamente em tons de alimentos que aguçam o paladar para, então, causar uma instiga visual.

    Paleta Clássica: o tons da paleta clássica, por sua vez, são atemporais, mas garantem o tom de aconchego esperado. Cores escuras e elegantes, como o verde azulado, estarão em alta no ano de 2019.
    Pensando nas cores para as paredes, a marsala é o ponto de destaque entre os tons mais quentes. Tanto para a pintura, quanto para aplicação de papel de parede, aposte nesse tom sem medo.

    Formas e materiais em alta

    Além dos estilos e das cores, nós ainda teremos tendências em materiais e formas para seguir. Em busca da sensação de conforto que mencionamos, as formas orgânicas serão predominantes em 2019.

    Linhas curvilíneas e formatos redondos aparecerão em móveis, molduras, objetos de decoração e em tudo aquilo com o poder de transformar as impressões de um ambiente.

    Essas formas orgânicas destoam da tendência de linhas retas que vinham sendo destaque nos últimos anos. A vez é das curvas e dos traços que nos remetem à naturalidade das coisas, bem como as encontramos no meio.

    O que, consequentemente, nos traz de volta à ideia do uso da madeira para móveis e objetos, bem como as plantas como poderosos artigos de decoração.

    Na transição de tendências, o cobre é outro destaque que passa a ceder espaço para outros tipos de metais dentro da decoração. Portanto, aposte sem medo na hora de decorar.

    Fonte: C&C


  • CLICADO X COLADO – VOCÊ SABE AS DIFERENÇAS ENTRE OS PISOS VINÍLICOS?

    CLICADO X COLADO – VOCÊ SABE AS DIFERENÇAS ENTRE OS PISOS VINÍLICOS?

    Com a constante evolução dos materiais de construção que na maioria das vezes atendem as necessidades da população, surgiu o piso do tipo vinílico, que apresenta características como uma ótima absorção do som, evita o toque-toque, não empenam e não dilatam.

    Além de serem agradáveis no inverno e no verão não aquecerem, possuem propriedades antialérgicas, maciez, antimofo, entre outras.

    Um dos motivos pelos quais os pisos vinílicos apresentam uma boa procura no mercado é por causa das texturas e temperaturas agradáveis, uma vez que têm o mesmo tipo de material como base.

    Eles ainda possuem uma infinidade de cores e desenhos, o que faz com que combinem com os mais diversos tipos de ambientes.

    Para quem procura por um revestimento semelhante aos pisos de madeira, mas que não quer ter muitos gastos, esta é uma ótima ideia, pois seus modelos imitam as características dos tradicionais.

    Além disso, o piso vinílico é feito de um material ecologicamente correto, sendo produzido a partir de materiais recicláveis. E como se não bastasse, também é impermeável, o que facilita muito na hora da limpeza.

    Mas você sabia que há diferenças entre o piso vinílico click e o piso vinílico colado? Está na dúvida de qual piso vinílico utilizar? Então confira mais sobre ele a seguir.

    PISO VINÍLICO CLICK

    foto01

    O piso vinílico click apresenta como característica principal:

    Assim que você ouvir um click, indica que o piso está corretamente instalado. O piso click também é de fácil remoção, podendo ser retirado e colocado em qualquer tipo ou local de maneira rápida e prática.

    PISO VINÍLICO COLADO

    foto02

    Como o próprio nome diz, o piso vinílico colado é aquele que é fixado no chão com uma cola, procedimento esse feito por um profissional da área. Não é indicado que a instalação seja feita por pessoas leigas e sem habilidade prática na colocação de revestimentos.

    Para que esse piso seja instalado nas melhores condições possíveis, é imprescindível que o contrapiso esteja sem nenhum resquício de umidade e bem nivelado.

    Já com relação ao custo-benefício, é mais acessível que o piso click, porém apresenta a desvantagem de não poder ser reaproveitado por conta de seu processo de instalação, já que requer a remoção total do revestimento anterior, bem como o uso de cola específica, entre outros.

    Para quem busca rapidez na hora da instalação e também valores mais acessíveis, o piso vinílico colado apresenta-se como uma excelente opção.

    Fonte: Anisio Revestimentos


  • Tudo sobre papéis de parede

    Tudo sobre papéis de parede

    Confira as dicas sobre papel de parede para renovar a decoração de casa.

    Os papéis de parede podem ser um poderoso artigo de decoração para casa. Eles permitem uma mudança fácil e rápida para qualquer ambiente, pois têm uma aplicação extremamente simples e estão disponíveis em diversas texturas e cores.

    Para escolher o papel de parede perfeito e que mais combina com o seu estilo, segue algumas dicas para você renovar toda a sua casa. Confira!

    Os tipos de papéis de parede

    foto02

    Em primeiro lugar, nós precisamos saber a diferença entre os tipos de papéis de parede disponíveis no mercado. Os principais são: o tradicional, o vinílico, de tnt, em alto relevo, de veludo, em poliéster e, por fim, adesivo.

    Separamos as especificidades dos principais modelos e também em quais ambientes eles podem ser melhor aplicados. Assim, você pode se inspirar e começar sua decoração de casa imediatamente. Vamos ver?!

    Papel de parede tradicional

    Os papéis de parede tradicionais são compostos essencialmente de celulose, o composto básico do papel, e um revestimento de verniz. Devido a esse frágil material, apresentam um tempo de vida útil muito pequeno em relação aos demais. No entanto, a variedade de cores e estampas é bastante ampla.

    Deve ser aplicado em paredes uniformes e limpo sempre com um pano seco para evitar rasgos e danos.

    O modelo vinílico

    O modelo de papel de parede vinílico tem esse nome por receber um acabamento trabalhado em vinil e uma camada de PVC — o que o difere do vinilizado. Essa especificidade permite uma grande durabilidade desse papel e o torna impermeável.

    Esse papel é recomendado principalmente para locais cuja circulação de pessoas é grande, devido à sua alta resistência.

    Papel de parede em TNT

    O papel de parede Tecido Não Tecido (TNT) é composto por fibras — tanto de celulose quanto de poliéster. Essa mistura de componentes o torna durável e bastante resistente à luz e à umidade.

    Pode ser aplicado em basicamente todas as superfícies — lembre-se de evitar utilizar qualquer papel de parede nas áreas externas.

    Papéis de parede com alto relevo

    A tecnologia desenvolvida nos papéis de parede já nos permite, inclusive, alcançar um aspecto macio e almofadado na superfície. Esses são os modelos em alto relevo. Para isso, utiliza-se uma espuma injetável que têm texturas onduladas e fofas.

    São indicadas para superfícies de áreas internas com pouco (de preferência nenhum) contato com umidades. Sua limpeza deve ser feita com aspirador de pó e pano seco.

    Veludo: um papel de parede em alto padrão

    foto02

    Excêntrico e transmissor de uma sensação de primor e requinte, o papel de parede em veludo é considerado um modelo de alto padrão. A limpeza deve ser feita apenas com aspirador de pó, pois é um material extremamente sensível.

    Recomendado para áreas com pouco movimento e que não ficam expostas ao sol, esse pode ser um excelente modelo de papel de parede para quarto.

    Como aplicar o papel de parede?

    Uma das maiores vantagens do papel de parede é sua fácil aplicação. Em nosso post sobre “Decoração com Papel de Parede” nós fizemos um tutorial sobre como aplicar. Você vai encontrar a lista de materiais que precisa, bem como o passo a passo da instalação.

    É tão simples que você mesmo pode fazer, vale a pena conferir!

    Removendo o papel de parede antigo

    foto04

    Ok, eu quero renovar a minha decoração, mas eu já tenho um papel de parede aplicado… Como posso removê-lo de forma prática?

    Remover o papel de parede é um processo bem simples, desde que ele tenha sido colocado da maneira correta. Do contrário, você terá um pouquinho mais de trabalho, mas ainda assim conseguirá removê-lo. Para isso, tanto a água quanto o removedor de papel ajudarão no processo.

    Para os que são removíveis, basta puxar uma das pontas (se estiver velho, provavelmente alguma já estará solta) sempre bem rente à parede, evitando rasgos “no meio do caminho”.

    Se for um papel não removível, basta molhar com água morna e deixar agir por uns minutos. Depois, você deve retirá-lo usando uma espátula. No caso dos papéis laváveis, use uma lixa grossa e raspe toda a superfície antes de molhá-lo.

    Fonte: C&C